• Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Workshop OnlinePHDA do adolescente ao adulto: guia prático na consulta

Formadores:

André Ponte
André PontePsiquiatra
Membro da equipa médica da consulta de PHDA do Adulto no Hospital do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada. Assistente livre da Clínica Universitária de Psiquiatria e Psicologia Médica da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa. Pós-graduação em Terapia Cognitivo-Comportamental. Tem desenvolvido a sua atividade clínica com especial foco nas áreas da PHDA do adulto e Perturbações do Sono. Membro da Comissão de Organização Local do 7th World Congress on ADHD em Lisboa. Coordenador do livro “Urgências Psiquiátricas” com o Henrique Prata Ribeiro, publicado pela editora LIDEL em Abril de 2018, obra que nasce de uma necessidade de orientação e consulta rápida e prática aquando do exercício nas urgências da área de psiquiatria.
Diana Pereira
Diana PereiraInterna 5º ano de Psiquiatra
Membro da equipa médica da consulta de PHDA do Adulto no Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa (CHPL). Pós-Graduação em Sexologia e Terapia de Casal e Terapia Cognitivo-Comportamental e Mindfulness. Tem desenvolvido a sua atividade clínica em várias áreas, nomeadamente, na Esquizofrenia e Perturbações do Comportamento Alimentar. Membro da equipa de docentes do módulo de Psiquiatria na empresa Academia da Especialidade.
Resumo

A PHDA - Perturbação de Hiperatividade Défice de Atenção é uma perturbação do neurodesenvolvimento relativamente frequente caracterizada pela presença de 3 sintomas nucleares: desatenção, hiperatividade e impulsividade.

Em termos da sua prevalência, ocorre em crianças e adolescentes em cerca de 5.3% e 2.5% na população adulta, com uma persistência de sintomatologia na idade adulta em cerca de dois terços das pessoas.

Existem taxas elevadas de comorbilidades psiquiátricas associadas (como é o caso: depressão, ansiedade ou abuso de substâncias) e percursos de vida mais desfavoráveis (maior número de acidentes rodoviários, de divórcios e de mudanças de emprego) do que em adultos sem PHDA.

Pelo que, é fundamental um diagnóstico correto e a elaboração de um plano terapêutico individualizado que tome em consideração a expressão heterogénea de cada indivíduo.

Dada a cronicidade da perturbação, é de extrema importância a existência de um entendimento entre o profissional de saúde e o utente sobre o plano terapêutico a seguir. As orientações clínicas recomendam que o tratamento se inicie quando os sintomas de PHDA provoquem disfunção em várias esferas da vida da pessoa.

O workshop focar-se-á nas estratégias de diagnóstico e tratamento na avaliação e orientação do adolescente ao adulto com PHDA durante a consulta.

Objetivos
Destinatários

INFORMAÇÕES

WORKSHOP ONLINE

PLATAFORMA ZOOM WEBINAR

DATA

15/01/2021

HORÁRIO

14:30 - 17:30

NÃO ASSOCIADO

40

  • As inscrições conferem o direito a:
  • Assistir e/ou participar, em direto, na formação.
  • Receber o material cedido pelos formadores.
  • Obter o certificado de participação.
© 2021 SPDA - Sociedade Portuguesa de Défice de Atenção. Todos os direitos reservados.