• Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Highlights | Webinar 1: Quando as crianças com PHDA vão à escola... em casa!

Highlights
Webinar 1: Quando as crianças com PHDA vão à escola... em casa!

Crianças com PHDA devem estabelecer rotinas diárias, continuar a toma de medicação se for o caso

ESTABELECER ROTINAS DIÁRIAS: MEDICAÇÃO

No seguimento do primeiro webinar “Quando as crianças com PHDA vão à escola... em casa!”, partilhamos algumas das dicas que foram apresentadas pelo Dr. José Boavida e pela Dra. Iane Kestelman, sobre a gestão desta nova realidade da aprendizagem à distância.

Highlights | Estabelecer rotinas diárias

Veja a resposta do Dr. José Boavida e da Dra. Iane Kestelman a...

"O meu filho em casa tem-se portado bem, por isso deixei de dar a medicação. Faço bem?"

Deve manter a medicação habitual, administrada da mesma forma e nos mesmos horários.

Em particular, não suspenda a medicação com base num comportamento aceitável.

A PHDA não é um problema comportamental e a medicação não é um calmante!

Se achar que o esquema terapêutico não está ajustado aos novos horários ou se constatar perda de efeito, não deve ser alterada a dose ou a prescrição sem consultar o médico.

Na dúvida, contacte sempre o seu médico!

Exemplo de quadro para registar as rotinas diárias

A PHDA é um problema da autorregulação e da função executiva e as dificuldades que requerem medicação, são:

  • Organizar-se e iniciar a tarefa;
  • Focar-se no importante, manter e mudar o foco quando necessário;
  • Gerir o alerta, manter o esforço para cumprir tarefas, processar e elaborar informação com eficiência;
  • Regular emoções e gerir a frustração;
  • Usar memórias de trabalho e aceder à memória;
  • Monitorizar e autorregular as suas ações.
© 2020 SPDA - Sociedade Portuguesa de Défice de Atenção. All Rights Reserved. Design by BID-lab