• Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Artigos Científicos

domingo, 13 novembro 2016 08:00

Perfil Neuropsicológico em Crianças com Perturbação de Hiperatividade com Défice de Atenção: Avaliação da Memória de Trabalho

Rate this item
(0 votes)

Micaela Guardiano1, Linda Candeias2, Júlia Eça Guimarães3, Victor Viana1,4, Paulo Almeida1,5

1
Unidade de Desenvolvimento, Departamento de Pediatria, Hospital Pediátrico Integrado, Centro Hospitalar de São João, Porto, Portugal
2
Centro da Criança e do Adolescente, Hospital CUF Porto, Porto, Portugal
3
Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, Porto, Portugal
4
Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação, Universidade do Porto
5
Instituto Superior da Maia

Acta Pediatrica Portuguesa 

Vol 48 No 3 (2017)


RESUMO:

A vasta comorbilidade associada à Perturbação de Hiperatividade com Défice de Atenção (PHDA) implica a reavaliação da metodologia de avaliação de crianças com este diagnóstico, com inclusão do rastreio de perturbações neuropsicológicas associadas, especialmente no âmbito da linguagem. Esta investigação teve como objetivo avaliar o impacto da PHDA na linguagem. As áreas avaliadas dizem respeito ao processamento fonológico e compreensão. Outro objetivo consistiu na avaliação da utilidade clínica e do poder discriminativo de algumas provas da Bateria de avaliação da linguagem e da afasia em português (PALPA-P), na avaliação de crianças com PHDA. Comparou-se o desempenho de 37 crianças com PHDA com 67 crianças de um grupo controlo, em provas selecionadas da PALPA-P. Os resultados permitiram verificar que crianças com PHDA apresentam défices significativos em tarefas de linguagem, no domínio do processamento fonológico e da compreensão. Este é o primeiro estudo realizado em Portugal que utilizou a bateria PALPA-P para a avaliação de crianças com PHDA. Os resultados evidenciam a utilidade clínica e o poder discriminativo das provas do PALPA-P utilizadas, na avaliação complementar de crianças com este diagnóstico.

Introdução: A perturbação de hiperatividade com défice de atenção compromete as competências cognitivas. O funcionamento executivo constitui uma das dimensões mais afetadas, particularmente a memória de trabalho. O objetivo do estudo foi avaliar o impacto da perturbação de hiperatividade com défice de atenção especificamente no domínio da memória de trabalho.

Métodos: Através de subtestes selecionados das provas de avaliação da linguagem e da afasia em português, comparou-se o desempenho de 37 crianças com perturbação de hiperatividade com défice de atenção com o de 67 crianças do grupo de controlo.

Resultados: De acordo com os resultados obtidos, crianças com perturbação de hiperatividade com défice de atenção apresentam dificuldades significativamente maiores em tarefas de memória de trabalho, comparativamente às crianças sem este diagnóstico nos subtestes de repetição de pseudopalavras de uma (p = 0,004), duas (p = 0,014) e três sílabas (p = 0,003), bem como na amplitude de repetição (p = 0,000), amplitude de emparelhamento (p = 0,004) e amplitude de memória de sequências substantivo-verbo (p = 0,001). Os resultados apontam para diferenças entre os níveis de escolaridade dentro do grupo perturbação de hiperatividade com défice de atenção, em que os alunos do primeiro e segundo ano apresentaram um pior desempenho na amplitude de repetição (p = 0,001) e amplitude de emparelhamento (p = 0,000), bem como na amplitude de memória de sequências substantivo-verbo (p = 0,006).

Discussão: Os resultados confirmaram a presença de défices na memória de trabalho de crianças com perturbação de hiperatividade com défice de atenção, avaliadas com provas de avaliação da linguagem e da afasia em português, que revelaram grande potencial na identificação de défices específicos em crianças com esta perturbação


Ver artigo completo...


A Direção da SPDA - Sociedade Portuguesa de Défice de Atenção 

Read 357 times Last modified on quinta-feira, 12 março 2020 12:25
© 2020 SPDA - Sociedade Portuguesa de Défice de Atenção. All Rights Reserved. Design by BID-lab