Print this page
quinta-feira, 23 outubro 2014 11:24

Avaliação do Stress Parental em Mães de Crianças com Perturbação de Hiperatividade com Défice de Atenção

Rate this item
(0 votes)

Rita Santos Silva1, Susana Corujeira1, Ana Reis Melo1, Paulo Almeida2,3, Victor Viana2,4, Micaela Guardiano2

1
Serviço de Pediatria, Hospital Pediátrico Integrado, Centro Hospitalar de São João, Porto, Portugal
2
Unidade de Neurodesenvolvimento, Hospital Pediátrico Integrado, Centro Hospitalar de São João, Porto, Portugal
3
Instituto Superior da Maia, Portugal
4
Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto, Porto, Portugal

Acta Pediatrica Portuguesa 

Vol 46 No 4 (2015)


RESUMO:

Introdução: Pretendeu-se identificar os níveis de stress nas mães de crianças e adolescentes com perturbação de hiperatividadecom défice de atenção e verificar se existe uma associação entre o stress percecionado por estas mães e o funcionamento familiar.

Métodos: Foram utilizados o índice de stress parental, versão reduzida, que caracteriza o stress parental total de acordo comtrês dimensões (dificuldade parental, interação pais / criança e criança difícil), e a escala de avaliação da adaptabilidade e coesãofamiliar, que classifica as famílias em equilibradas, meio-termo ou extremas.

Resultados: Participaram neste estudo 89 mães. Obtiveram-se valores médios no questionário índice de stress parental acimado percentil 85 (valor de cutoff) nas subescalas interação disfuncional criança-pais, criança difícil e no valor de stress total.Verificou-se ainda que havia uma forte correlação entre stress total e as três subescalas, isto é, mães com níveis mais elevadosde stress tendem a ter uma maior perceção de dificuldade parental, de interação disfuncional com a criança e de criança difícil.Não se verificaram diferenças estatisticamente significativas entre o tipo de família (equilibrada versus meio-termo ou extrema,ou monoparental versus nuclear) e o stress parental.

Discussão: Concluiu-se que as mães das crianças com perturbação de hiperatividade com défice de atenção apresentam elevadosníveis de stress, o qual parece advir fundamentalmente das características da criança, que é percecionada como sendouma criança difícil, e de uma interação disfuncional entre os pais e a criança. Não parece haver relação entre o nível de stressexperienciado por estas mães e a funcionalidade ou organização da família.Palavras-chave: Relações Familiares; Relações Mãe-Filho; Stress Psicológico; Transtorno do Défice de Atenção com Hiperatividade.


Ver artigo completo...


A Direção da SPDA - Sociedade Portuguesa de Défice de Atenção 

Read 2196 times Last modified on quinta-feira, 12 março 2020 11:29

Related items