• Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Highlights | Webinar 2: PHDA e a gestão emocional familiar em tempos de pandemia

Highlights
Webinar 2: PHDA e a gestão emocional familiar em tempos de pandemia

Necessidades especiais de crianças e adolescentes  com PHDA

Necessidades especiais de crianças com PHDA

A COVID-19 tem estado a alterar a vida familiar, na medida em que colocou milhares de crianças sem acesso à escola ou cuidados infantis, sem acesso a atividades de grupo, desportos de equipa, ou parques infantis. Os pais e cuidadores estão a tentar trabalhar remotamente ou estão incapazes de trabalhar, por terem de cuidar das suas crianças.

Highlights | Webinar 2

Veja aqui o...

Webinar 2: PHDA e a gestão emocional familiar em tempos de pandemia

A evidência demonstra que a violência, a vulnerabilidade e as taxas reportadas de abuso infantil, aumentam de forma significativa durante os períodos de encerramento escolar.

Nesta situação em concreto, para além do encerramento escolar, os pais e as próprias crianças vivem em situações de aumento de stress, de trauma e de sobrecarga emocional e socioeconómica (perda de rendimentos de muitas famílias) e portanto o contexto facilita o aparecimento de problemas de saúde mental.

Entre os principais fatores de stress destacam-se:

  • Duração prolongada do estado de pandemia, 
  • Imprevisibilidade,
  • Medo de infeção e consequências, 
  • Frustração e tédio, 
  • Falta de contacto interpessoal com os colegas de escola, amigos e professores, 
  • Falta de espaço pessoal em casa, e 
  • Perda financeira familiar.

A investigação também mostra que crianças que foram isoladas ou colocadas em quarentena durante pandemias podem apresentar mais predisposição para o desenvolvimento de alterações mentais, como:

  • Reação aguda ao stress (refere-se, p.e., a uma resposta não adaptativa a uma situação de risco de vida ou perigo de entes queridos),
  • Perturbação de adaptação (ansiedade caracterizada por sintomas emocionais ou comportamentais em resposta a um ou mais fatores de stress identificáveis, ocorrendo num prazo de três meses (DSM-5)),
  • Perturbação de stress pós-traumático (em resposta à exposição a um evento traumático ou outro tipo de ameaças à vida da pessoa).

No seguimento do segundo webinar “PHDA e a gestão emocional familiar em tempos de pandemia”, partilhamos algumas das dicas apresentadas pelo Dr. Javier Quintero, sobre as implicações desta nova realidade.

Necessidades especiais de crianças e adolescentes com PHDA

Indivíduos com PHDA são particularmente vulneráveis a situações de stress
  • A rotina que eles têm habitualmente estabelecida ajuda-os a fazer uma autogestão.
  • A necessidade de adaptação a uma situação nova, vai obrigá-los a um esforço adicional.
Indivíduos com PHDA são particularmente vulneráveis a situações de stress
Prestação de cuidados/acompanhamento terapêutico devem continuar
Atenção especial a adolescentes com PHDA
Treino Cognitivo
Ajuste de expectativas. Novas necessidades, novas estratégias, novos objetivos…
© 2020 SPDA - Sociedade Portuguesa de Défice de Atenção. All Rights Reserved. Design by BID-lab